TRADUTOR

quinta-feira, 28 de julho de 2016

A SEMENTE DO MAL



A SEMENTE DO MAL

Temos ensinado que o casamento e família, não nos é dado pronto.
Deus nos dá um campo para trabalharmos.
O sucesso ou não de nosso relacionamento, vai depender em muito daquilo que semeamos ou plantamos em nosso campo, que se chama casamento.
Se quisermos, um bom casamento, precisamos decidir plantar coisas boas na vida de nosso cônjuge e em nosso relacionamento.
A bíblia nos diz: Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá.
Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.
E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos. Gálatas 6:7-9
No entanto, parece-me que nesses últimos dias temos encontrado dificuldades para semear coisas boas em nosso casamento.
A impressão que se dá é de que a semente do mal, tem sido lançada em uma proporção gigantesca dentro do relacionamento, a mesma tem germinado, crescido e produzido frutos amargos e azedo na vida de ambos.
Escolhemos o que plantamos, mas colhemos o que plantamos.
Hoje os casais estão semeando discórdia, ira, ódio, raiva, amargura, palavras duras e maldição na vida do outro.
Há casais que semeiam muitas sementes do mal, tais como:
“Vou me divorciar de você.”
“Devolva minha aliança.”
“Fiz uma escolha errada ao me casar com você.”
“Você não presta para mim.”
“Onde eu estava com a cabeça quando me casei com você.”
“Você só me faz sofrer.”
“Você é um inútil.”
Etc.....
Tantas sementes ruins lançadas diariamente na vida do outro e o diabo toma legalidade para fazer essa semente germinar e causar estragos.
A bíblia nos diz em Efésios 4:27 – Não Deis lugar ao diabo.
Quando pronunciamos essas frases na vida do cônjuge, o diabo além da legalidade, encontra brecha para entrar no relacionamento e estabelecer uma fortaleza.
A obra dele, descrita por Jesus Cristo, em João 10:10 é de que ele vem para roubar, matar e destruir.
Roubar a alegria do casamento.
Matar o amor entre o casal.
Destruir o projeto que Deus tem na vida de ambos.
Não consintas que a tua boca faça pecar a tua carne, nem digas diante do anjo que foi erro; por que razão se iraria Deus contra a tua voz, e destruiria a obra das tuas mãos? Eclesiastes 5:6
Mude desde agora as tuas palavras e as sementes que você tem plantado.
Roque a Deus para remover as sementes e a colheita do mal que você plantou em seu relacionamento.
Comece a partir de agora a mudar sua boca e sua palavras, pois Salomão nos diz:
Como maçãs de ouro em salvas de prata, assim é a palavra dita a seu tempo. Provérbios 25:11
O Apostolo Paulo Reforça:
A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um.Colossenses 4:6
E por fim, Davi pede:
Ponde, Senhor, uma guarda em minha boca, uma sentinela à porta de meus lábios.
Salmos 141:3-3
E aconselha:
Eu disse: Guardarei os meus caminhos para não pecar com a minha língua; guardarei a boca com um freio, enquanto o ímpio estiver diante de mim. Salmos 39:1
As suas palavras pronunciados serão as sementes que estarão em sua vida, seu relacionamento, seu casamento e sua família.
Peça perdão hoje ao Senhor Jesus, pois Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. (I João 1:9).
Pense antes de pronunciar qualquer palavra. (Prov. 4:23 – Tome cuidado com seus pensamentos, pois sua vida depende deles.)
Mude suas palavras.
Nunca mais utilize palavras de maldição ou mesmo palavrão.
As palavras pronunciadas dão legalidade para anjos ou demônios atuarem.
Você é influenciado e colhe aquilo que você diz.

Cuiabá-MT, 28 de Julho de 2.016.


Pr. Elias Souza & Quitéria.